A próxima onda e as empresas de segurança

Blog

  • Igor_Pipolo_Prancheta 1 cópia.jpg

A próxima onda e as empresas de segurança


Quanto vale saber uma informação sobre algo que vai acontecer num futuro breve? Pois é, muita gente acha que isso pode ser através de magia ou por meio de algum poder sobrenatural. Mas não se trata nada disso.

 

Saber qual é a onda que estamos e qual será a próxima é uma atividade que requer muita atenção e constante atualização sobre o mercado que atuamos. É preciso estar antenado a todos os sinais que por vezes vão além do nosso setor e que passa, via de regra, por uma visão macroeconômica. É preciso enxergar o todo para depois se aprofundar no detalhe do mercado que atuamos!

 

A segurança eletrônica no Brasil (CFTV, controle de acesso, alarme, detecção de incêndio, rastreamento, automação e outros) tem pouco mais de 20 anos e para ser mais preciso foi na última década que os números do setor cresceram - e muito! Atingiram uma média de 15% ao ano, principalmente em razão do acesso à tecnologia (preço dos equipamentos mais acessíveis), às facilidades de infraestrutura - entre elas a comunicação - e a necessidade do mercado (violência).


Numa singela e breve análise é possível perceber qual onda estamos surfando na segurança eletrônica e saber que ela está no finalzinho. Sem qualquer sombra de dúvida a Internet Of Thinghs (IOT) na segurança eletrônica, vai mudar muito o que hoje entendemos como proteção. Essa nova onda de IOT vai muito além dos tradicionais conceitos de segurança e permite a gestão dos sistemas de forma integrada, bem mais simples e com um outro componente que até então estava claro nesta conta: conforto.

 

O novo usuário de segurança eletrônica ou aquele que está renovando os equipamentos, quer ter (comprar ou locar) um sistema de alarme e/ou CFTV que lhe ofereça acesso do seu smartphone e que tenha dezenas de funções intuitivas que lhe facilite a vida pessoal e do seu negócio. 


Deixe de fazer onda, invista. As maiores feiras mundiais do setor estão mostrando essa tendência há mais de 5 anos! Por outro lado, pelo que me parece, a maioria das empresas estão numa zona de conforto oferecendo soluções antigas aos seus clientes e gerando uma bola de neve de problemas que muito em breve irá ladeira abaixo. Muitas dessas empresas tomarão um susto e nessa hora será tarde demais para ajustar o curso.

 

As desculpas para não enxergar  o por vir são as mais diversas, ganhando aquela onde a empresa se rende ao que o cliente está disposto a pagar. O famoso investidor americano Warren Buffet disse: “Preço é o que você paga. Valor é o que você recebe”. Acredito que muita gente vende de forma errada e não entrega o Valor que o cliente “comprou”, por isso tanta insatisfação.

 

Há outro grande problema gerado por uma venda/instalação errada que é o descrédito em todo o mercado. Nesse contexto, já é mais que tempo para termos uma legislação que ajude a separar o “alarmeiro” das empresas que investem na capacitação de seus profissionais e que pagam infindáveis impostos.


É preciso mudarmos antes que o mercado nos mude até mesmo das nossas próprias empresas. 


Leia mais artigos de especialistas na Revista Gestor Inside


Sobre o autor



Igor Pipolo


Bacharel em Direito, pós-graduado em Alta Direccion de Securidad pela Universidad Pontificia Comillas de Madrid. Ex-gestor de Segurança e Serviços na TV Globo. Colunista do Jornal Gazeta Brazilian Nesws - USA. Diretor do DESEG - Departamento de Segurança da FIESP. Membro e ex-presidente da American Society for Industrial Security (Chapter Brasil). Fundador, ex-presidente e diretor da Associação Brasileira de Profissionais de Segurança – ABSEG. Professor convidado da Universidad Pontificia Comillas de Madrid na Espanha, da NJCU - New Jersey City University e do Berkeley College em New York. Possui a certificação ASE (Analista de Segurança Empresarial) conferida pela ADESG e ABSEG. Autor do livro “Segurança de Eventos – Novas Perspectivas e Desafios para Produção e da cartilha “Evento Seguro – Orientações sobre Segurança de Eventos”. Colaborador do estudo denominado “Agenda Estratégia de Segurança para Grandes Eventos”, produzida pela FIESP. Reconhecido como um dos 100 mais influentes profissionais de Segurança Privada do México - 2017. CEO da Nucleo Consultoria e Master Dealer Brasil da Alarm.com. Atualmente vive nos Estados Unidos onde desenvolve consultoria para empresas americanas estabelecidas no Brasil.



FIQUE CONECTADO COM A INSIDE